ajuda
03.11.2021

Criar conteúdo, revisar, enquadrar nas boas práticas, formatar, publicar, divulgar… Sabemos o quanto isso pode ser dispendioso, afinal, ter um blog é algo que exige dedicação e bastante esforço. Por isso faz todo sentido fazermos essa pergunta? Ainda vale a pena ter um blog? Não é mais fácil investir apenas em redes sociais? E para responder essa pergunta, vamos explorar as particularidades de blog e em quais casos ele pode ser uma estratégia sólida de crescimento da sua marca ou negócio.

O que é um blog? Para que serve?

Os blogs surgiram como forma de compartilhar conteúdo em tempos onde não existia redes sociais. Com o surgimento delas, naturalmente eles foram perdendo um pouco de espaço, pois pela praticidade de postar um conteúdo mais rápido e já ter todo seu público ali conectado para receber a atualização, as redes sociais ganharam muita força e se tornaram a principal forma de produção de conteúdo para potenciais clientes. Porém os blogs não morreram e acabaram passando por várias transformações ao longo dos últimos anos. E algumas teorias de marketing deram muita força aos blogs como um ótimo meio de atração de novos públicos.

Para entender esse fenômeno, é importante compreender as particularidades de um blog. Voltado para a produção de textos mais longos, o principal benefício dessa ferramenta é o aprofundamento de um determinado assunto. Com isso, você pode criar uma autoridade em determinado contexto, com artigos mais profundos e detalhados. E por ter o controle da plataforma, pode organizar de forma que o seu leitor ache aquele conteúdo de maneira simples. Portanto, diferente das redes sociais que tem um feed temporal (cujo qual as coisas tendem a se perder com o tempo), em um blog você consegue organizar por assuntos e construir um layout que facilite o seu leitor encontrar aquele artigo a qualquer momento. Assim o conteúdo passa a ser atemporal, podendo ser visto e aproveitado ao longo do tempo.

Ainda vale a pena ter um blog: Integração com motores de busca

Outra principal característica do blog é a sua integração com os motores de busca. Apesar do sucesso nas redes, quando uma pessoa realmente precisa saber sobre algo, ela tende a procurar em motores de busca. Assim, os resultados que irão aparecer por lá, geralmente remetem a conteúdos postados em sites e blogs. Pois a engenharia de otimização de conteúdo exige alguns aspectos que não podemos controlar nas redes sociais. Então os blogs acabam sendo campeões no que tangem a trazer tráfego dos motores de busca. Tráfego esse que é bastante qualificado e geralmente já nichado, pois quem está a procura de algo, já tem um potencial maior de consumir ou contratar determinado produto ou serviço.

E em quais casos faz sentido ter um blog?

Então como visto acima, há muitos benefícios em ter um blog. Mas quando que o trabalho para mantê-lo, realmente compensa os benefícios? Em minha visão, blogs são muito recomendados para prestadores de serviço que desejam construir uma autoridade em determinado segmento. Porque por mais que as redes ajudem a construir popularidade, é o blog que vai ajudar no aprofundamento e dar ao seu público um conteúdo de maior profundidade que esteja sempre disponível e de fácil acesso a qualquer um que tiver o link.

Outro caso são as marcas de produtos que desejam atrair novos consumidores a procura de soluções para um problema. Um exemplo disso é uma loja que vende móveis para casa e que possui um blog com artigos sobre dicas de estilo de decoração. Ao buscar por esse assunto na internet, o potencial cliente cai no blog da marca e ao se interessar pelo conteúdo, tem maior chance de conferir a loja ou o catálogo da marca. Assim o conteúdo educativo e de caráter inspiracional se torna uma “isca” para atrair novos clientes. É uma excelente estratégia.

Sendo assim, podemos dizer que para quase todos os segmentos e nichos há uma aplicação para o blog. Porém não é uma ferramenta que traz retorno rápido. Um plano de otimização do conteúdo exige estudo, ou a contratação de um profissional especialista. E em qualquer caso não traz retorno em menos de alguns meses. É um plano a longo prazo. Tende a ser muito sólido e exponencialmente trazer excelentes resultados. Mas exige dedicação, investimento e muito esforço.

Ainda vale a pena ter um blog: Visão final

Sim, vale muito a pena! Costumo dizer que o blog é altamente recomendado para marcas que pensam em crescimento a longo prazo. Se você está começando e precisa crescer muito rápido, as redes sociais são uma alternativa bem mais interessante para você. Porém se estamos falando de consolidar e firmar a sua presença digitalmente, um blog e um site são muito adequados e como dito ao longo do artigo, tem grandes chances de trazer o seu negócio a outro nível.

Por isso vamos continuar sempre recomendando essa estratégia para aqueles que tem uma visão de futuro e tem já uma certeza quanto ao seu negócio, nicho de atuação e posicionamento. Porque quando há essa maturidade, todo o investimento feito em produção de conteúdo se torna progressivo e não tende a se perder em uma mudança de estratégia.

Espero que tenha gostado desse conteúdo. Até uma próxima!

ENVIE POR WHATS APP TWEET ESSE POST SALVE NO PINTEREST POSTE NO FACEBOOK
Jess Quirino

Desenvolvedora web e designer especialista em branding. Atuo há mais de 10 anos no meio digital criando marcas e projetos encantadores para diversos segmentos da sociedade.

mais artigos

esse post trata de:

sobre o estúdio nossos clientes blog fale conosco


Estúdio especializado em design & comunicação visual para pequenos empreendedores.


no instagram no facebook no pinterest